BlueEFFICIENCY Power
Intouro

BlueEFFICIENCY Power

No desenvolvimento de tecnologias de propulsão ecológicas e inovadoras, a Mercedes-Benz mantém-se fiel ao seu papel de pioneira. Apesar dos requisitos cada vez mais exigentes, foi possível manter o consumo de combustível nos habituais níveis baixos.

A sua potente cadeia cinemática garante ao Intouro um desempenho excelente em qualquer âmbito de utilização. O motor BlueEFFICIENCY Power, com BlueTEC® 6, o OM 936, convence graças à sua elevada sustentabilidade ambiental, bem como à sua enorme rentabilidade. Este motor de 6 cilindros em linha com 7,7 litros de cilindrada trabalha nos níveis de potência com 220 kW/300 CV e, opcionalmente, com 260 kW/354 CV. Durante o seu funcionamento, este agregado desenvolve um binário de, respetivamente, 1200 ou 1400 Nm entre 1100 e 1600 rotações.

A caixa de velocidades manual de 6 velocidades GO 190 da Mercedes‑Benz, de série, já oferece muito conforto de condução. Ainda mais confortável é conduzir a caixa de velocidades automática ou a caixa automatizada, disponíveis, respetivamente, como opção. Para além do conforto de condução melhorado, estes elementos oferecem igualmente vantagens económicas. O resultado: máxima eficiência com máxima potência do motor e excelente dinâmica de condução. Mesmo abaixo das 1000 rotações, o motor a gasóleo trabalha com enorme vigor, reduzindo, assim, o consumo e os ruídos. Graças a um bloco do motor mais rígido e a uma nova tecnologia do turbocompressor, o Intouro acelera com maior suavidade, maior potência e menor ruído – mesmo a velocidades mais elevadas. A elevada qualidade da produção reduz as perdas por fricção e o consumo de óleo no motor. Os intervalos de manutenção atingem os 90 000 quilómetros.

Os construtores da Mercedes-Benz procuram obter soluções pioneiras em todas as áreas: o travão com retarder isento de desgaste utiliza o líquido de refrigeração do motor como líquido de travões e refrigerante, funcionando sem óleo. Esta novidade poupa aproximadamente 30 quilos de peso e torna a manutenção desnecessária – simultaneamente, a rentabilidade global é incrementada. O travão com retarder está disponível, opcionalmente, com a caixa de velocidades manual e a caixa de velocidades automatizada.

Motor Mercedes-Benz OM 936, BlueEFFICIENCY Power, 6 cilindros em linha com montagem transversal, nível de gases de escape Euro VI com 7,7 l de cilindrada. Potência: 220 kW (299 CV) às 1800 rpm. O binário correspondente é de 1200 Nm.

O motor dispõe de um sistema de injeção Common Rail. A pressão de injeção é gerada através de uma bomba de alta pressão.

Motor Mercedes-Benz OM 936, BlueEFFICIENCY Power, 6 cilindros em linha com montagem transversal, nível de gases de escape Euro VI com 7,7 l de cilindrada. Potência: 260 kW (354 CV) às 2200 rpm. O binário correspondente é de 1400 Nm.

O motor dispõe de um sistema de injeção Common Rail. A pressão de injeção é gerada através de uma bomba de alta pressão.

O novo retarder integrado alcança até 3500 Nm de binário de travagem, estando concebido como retarder secundário e utilizando o líquido de refrigeração do motor como líquido de travões e refrigerante. Isto permitiu eliminar o permutador de calor de óleo e água necessário até agora, bem como a troca de óleo do retarder associada.

Outra novidade é a embraiagem essencialmente isenta de desgaste e manutenção. Devido a um cilindro da embraiagem com acionamento pneumático e disposição central, foram eliminadas peças mecânicas como a alavanca de desembraiagem, o rolamento de desembraiagem e o intensificador da força de embraiagem.

A caixa de mudanças automatizada PowerShift da Mercedes-Benz é utilizada em conjunto com o novo motor BlueEFFICIENCY Power da Mercedes-Benz, concebido segundo o nível de gases de escape Euro VI. O condutor aproveita, como habitualmente, as vantagens do escalonamento progressivo da caixa de velocidades, bem como de trocas de velocidades rápidas e uniformemente confortáveis. A gama de desmultiplicações vai de 6,57 na primeira velocidade até 0,63 na posição de marcha mais alta. O nome da caixa de velocidades já o revela: este elemento está homologado para binários do motor máximos até 2500 Nm. Um permutador de calor mantém a temperatura do óleo na caixa de velocidades a uma temperatura de operação permanente de aproximadamente 80 graus. Esta característica influencia positivamente os intervalos de troca de óleo da caixa de velocidades.

Com esta inovadora caixa de velocidades manual, o seu condutor trabalhará com muito menos esforço, devendo simplesmente definir o sentido da marcha ou, no funcionamento manual, selecionar a velocidade adequada – o resto é feito pelo comando da caixa de velocidades.